Intraempreendedor: você sabe o que é?

O empreendedorismo está em voga. E as narrativas sedutoras sobre ele tendem a ressoar profundamente com os anseios e aspirações de muitas pessoas.

Empreender como sinônimo de realizar seu potencial criativo, inovar, trabalhar com propósito, ser independente e gerar impacto social. Se você se identificou com estas definições, antes que você se sinta impelido a formalizar o glamourizado pedido de demissão para se lançar ao sonho de “ser seu próprio chefe”, pare e leia este texto.

É possível viver o melhor dos dois mundos – da carreira corporativa e do empreendedorismo. Como? Conheça o intraempreendedor.

Quem é o intraempreendedor? 

Intraempreendedores são o motor da inovação dentro de grandes organizações, trazendo o mindset das startups e do empreendedorismo para dentro de suas estruturas.

Com perfil criativo e desbravador, o intraempreendedor contribui com novos pontos de vista para solucionar os problemas e está disposto a se aventurar pelo desconhecido, abdicando da segurança de estar ancorado pela sabedoria das coisas já testadas, comprovadas e consagradas nos manuais para criar soluções inéditas.

São colaborativos. Na busca pela inovação, muitas vezes não enxergamos as soluções porque estamos acostumados a ver os problemas sempre do mesmo ponto de vista. Reconhecendo as limitações de um processo solitário, os intraempreendedores recorrem à colaboração como um recurso valioso, buscando se articular com diferentes áreas da empresa para que, através da interdisciplinaridade e o ponto de vista singular de cada indivíduo, poderosos insights possam emergir da inteligência coletiva.

O intraempreendedor é idealista e ao mesmo tempo desapegado, o que lhe confere agilidade. São pessoas apaixonadas pelo que fazem, mas não hesitam em abandonar ideias que não sobrevivem ao campo de batalha para aderir às soluções que funcionam. E aquilo que funciona é o que está gerando valor para o usuário. Isso significa muitas vezes ter que desapegar de uma ideia de produto ou modelo de negócio que criaram. Requer maturidade.

Porque as organizações precisam de intraempreendedor em seu time

A inovação não é um item de perfumaria, nem uma palavra bonita. Ela é a própria condição de sobrevivência das empresas em um mercado em permanente transformação.

“Mariott e Hillton deveriam ter criado o Airbnb. Barnes and Nobles estava numa posição muito mais favorável para ter criado a Amazon do que a própria Amazon”, provoca Gary Vaynerchuk em uma de suas pílulas diárias. Será que se as cooperativas de Taxi tivessem intraempreendedores trabalhando pela inovação dentro de suas organizações, a história do Uber não teria sido diferente?

Mais do que nunca, as organizações precisam contar com intraempreendedor para integrar a inovação como parte inseparável do negócio. Segundo este artigo da Harvard Business Review, a inovação deveria ser reconhecida como uma função permanente de toda empresa de sucesso, no mesmo patamar que Marketing, Vendas e Contabilidade.

E não se trata somente de estar atualizado com o mercado. Se você não está inovando, você está deixando dinheiro e oportunidades na mesa. Muitas marcas tem o potencial de produzir valor em muito mais mercados do que atualmente explora.

Poucos sabem, mas a Nintendo começou como uma companhia de jogos de cartas, evoluindo para uma fabricante de brinquedos, para então dominar o mercado dos videogames. Ainda citando Gary, ele sugere que seria perfeitamente possível e autêntico que a Nike lançasse um isotônico para competir com o Gatorade ou que a Apple tivesse lançado um tênis à altura da Nike. Elas têm permissão para isso.

Pouco a pouco as empresas estão se dando conta de que por mais que inovar signifique dar um passo rumo ao desconhecido, com todos os riscos que isso carrega, a decisão de permanecer parado onde se está, fazendo as mesmas coisas de sempre, não é mais uma opção.

Organizações precisam colocar a inovação na ordem do dia, criando processos, metodologias e desenvolvendo pessoas para engendrar uma cultura de inovação.

Se você sentiu o chamado da inovação lendo este texto, experimente dar o próximo passo: leia nosso artigo sobre como impulsionar o crescimento através da inovação e aproveite para responder a nosso Quiz, desenvolvido por nossos especialistas para avaliar o grau de maturidade em inovação de sua organização, orientando seus próximos passos para uma inovação bem sucedida.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Posts relacionados